quinta-feira ,24 junho 2021
Home / Noticias / Seminário avalia atuação de Agentes Comunitários de Saúde no contexto da primeira infância em Tefé
IMG_20210128_175756_051

Seminário avalia atuação de Agentes Comunitários de Saúde no contexto da primeira infância em Tefé

O “Seminário Avaliativo: A implementação municipal da primeira infância em Tefé/AM”, desenvolvido pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS), promovido com apoio financeiro da Rosneft. O evento, realizado em dezembro, teve como objetivo avaliar os dois anos de experiência da implantação do programa, que já atendeu mais de 6,7 mil crianças, e compartilhar as boas práticas adotadas pelo município para atenção e cuidado da infância.

 

O PIR trabalha em parceria com a Prefeitura Municipal de Tefé, por meio das Secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social, garantindo assistência integral às crianças na faixa etária de 0 a 6 anos de idade, residentes de comunidades, através da capacitação de facilitadores e agentes comunitários de saúde (ACSs) que prestam atendimento em saúde, educação e assistência a esse público.

 

“A parceria da FAS com a Prefeitura possibilitou melhorias na integração das secretarias responsáveis pela primeira infância, uma vez que desenvolveu uma tecnologia social importante que une as vertentes da educação, saúde e assistência social, possibilitando a melhoria do desenvolvimento integral das crianças e dos responsáveis”, apontou Thaiana Miranda, Secretária Municipal de Saúde de Tefé

 

A iniciativa, que começou em 2018 no município, já capacitou 283 pessoas, entre ACSs, multiplicadores e gestores, para a qualificação do atendimento. “São mais de 6.732 crianças de zero a 6 anos atendidas em comunidades ribeirinhas e em áreas urbanas de Tefé. O compromisso da FAS com a primeira infância é um tema prioritário”, explicou Franci Lima, Analista Técnica do programa.

 

A primeira infância é importante para a formação das estruturas física e psíquica de um ser humano. Mais de 70% do cérebro de um adulto comum é desenvolvido nessa época e aspectos como cognição e sociabilidade são todos estruturados nesse estágio. “É uma fase muito importante, em que as crianças precisam de atenção, porque tudo que acontece na primeira infância vai refletir no futuro e no adulto que esta criança vai se tornar.”, contou Andriele Valentin, enfermeira do município.

 

Agentes Comunitários de Saúde

Os agentes comunitários de saúde (ACS) são capacitados para fazer um acompanhamento integral de gestantes e crianças de 0 a 6 anos, tendo como apoio uma metodologia própria inspirada em políticas do Ministério da Saúde relacionadas à primeira infância, o Guia de visitação domiciliar, composto por 93 visitas desde a suspeita de gravidez até a criança atingir 6 anos de idade.

Para a ACS Fernanda Barbosa, a capacitação foi essencial para melhorar a interação com a criança e orientar os pais. “Participar da capacitação foi um presente pra mim, porque antes eu não tinha o conhecimento adequado para realizar as visitas, não sabia o que falar, como chamar a atenção das crianças e ajudar os pais. Hoje me sinto preparada e orgulhosa de atuar como ACS!”

“O PIR coloca os Agentes Comunitários de Saúde como atores principais e sem eles a atenção básica de saúde não funciona. São nossos olhos, ouvidos e voz nos territórios e junto às famílias.” finalizou, Andriele.

FOTOS: Emile Gomes

Você pode Gostar de:

51207621879_f0bdb597d4_c

Prefeitura de Manaus começa a vacinar gestantes e puérperas sem comorbidades

As gestantes e puérperas que não têm comorbidades começaram a ser vacinadas contra a Covid-19, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *