quarta-feira ,3 março 2021
Home / Noticias / Carregamento com 160 mil metros cúbicos de oxigênio chega a Manaus para abastecimento da rede de saúde
IMG_20210125_053501_778

Carregamento com 160 mil metros cúbicos de oxigênio chega a Manaus para abastecimento da rede de saúde

Carga transportada em carretas que saíram de Porto Velho pela BR-319; oxigênio chegou neste domingo (24/01)

Um carregamento de 160 mil metros cúbicos de oxigênio chegou a Manaus no início da tarde deste domingo (24/01), para atender a demanda da rede de saúde do Amazonas. A carga aportou em duas balsas no Porto da Ceasa, zona sul, por volta das 12h30, vindas de Porto Velho (RO), por meio da rodovia BR-319.

O oxigênio é da empresa de gases Air Liquide Brasil e foi transportado em dois comboios de carretas da empresa IC Transportes. A primeira frota saiu na quarta-feira (20/01) e a segunda na quinta-feira (21/01) de Porto Velho. No total, o comboio percorreu 877 quilômetros até Manaus.

Segundo informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), os dois grupos se encontraram no Km 260 da rodovia, ponto conhecido como Igapó-Açu, e seguiram juntos até o município do Careiro Castanho, onde foram embarcadas em duas balsas para serem transportadas até Manaus.

De acordo com a superintendente do DNIT, Arlene Lamego, toda a logística do transporte envolveu uma equipe de engenheiros e máquinas pesadas, a fim de garantir a segurança do oxigênio até a chegada à capital. Isso porque, conforme ela explica, a rodovia possui um trecho chamado de “trecho do meio”, na altura do Km 405, onde há restrições ambientais de pavimentação e a existência de atoleiros.

Para a superintendente do DNIT, a rapidez no deslocamento do insumo é de extrema importância para a rede de saúde do Amazonas.

“Nós conseguimos trazer o segundo comboio, que saiu na quinta-feira à tarde, e chegou hoje, no domingo, aqui em Manaus, então foi rápido e com um volume muito grande. Isso mostra a importância da rodovia 319 para o DNIT, a importância dela para o Ministério da Infraestrutura, para o Governo Federal e, sobretudo, nesse momento a função humanitária que ela está exercendo para contribuir para que o povo do Amazonas, o povo manauara saia dessa calamidade de saúde que se instalou”, disse Lamego.

Em Manaus, as carretas foram escoltadas pela Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal (PRF) até o depósito do DNIT, onde ficarão armazenadas. A empresa Air Liquide Brasil ficará responsável pela distribuição do oxigênio conforme a necessidade das unidades de saúde.

FOTOS: Rodrigo Santos/Secom

 

Você pode Gostar de:

IMG_20210206_184311_158

Boletim epidemiológico aponta aumento de hospitalizações entre pessoas de 20 a 59 anos no Amazonas

O perfil clínico dos casos de covid-19 no Amazonas atualizado aponta que pessoas com idade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *