sexta-feira ,30 outubro 2020
Home / Noticias / Polícia Civil investiga grupo que promete queima de carros e ônibus durante manifestação, em plena pandemia
IMG_20200418_211157_187

Polícia Civil investiga grupo que promete queima de carros e ônibus durante manifestação, em plena pandemia

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), recebeu nesta sexta-feira (17/04), a denúncia de que um grupo de pessoas moradoras de Manaus articula, para os próximos dias, uma manifestação com possível motivação política, cujo planejamento inclui atear fogo a veículos de passeio e ônibus do transporte coletivo da capital, causando o caos na cidade.

Segundo a delegada-geral de Polícia, Emília Ferraz, um procedimento investigatório está em curso e alguns suspeitos já foram identificados. Eles poderão responder por incitação ao crime, organização criminosa e até dano qualificado, dependendo da circunstância.

 

De acordo com a delegada, a denúncia aponta que o grupo planeja uma carreata saindo de um bairro ainda não identificado, e seguindo até a avenida Brasil, na Compensa, zona oeste de Manaus, onde está situada a Sede do Governo do Amazonas. Lá, os envolvidos depredariam carros de passeio, ônibus e até o prédio público, causando dano ao erário.

 

Emília Ferraz destaca que, além de colocar vidas em risco com atos de depredação e possíveis incêndios, o grupo ainda provocaria aglomeração, facilitando a disseminação de vírus que causam síndromes respiratórios agudas e do novo coronavírus, já que o estado e o mundo enfrentam uma pandemia de Covid-19 atualmente.
A delegada afirmou que o Serviço de Inteligência do Estado atua junto à Polícia Civil na identificação das pessoas que planejam promover o “quebra-quebra” pela cidade. Assim que concluída essa etapa da investigação, medidas judiciais serão adotadas.

Fonte Governo do Estado do Amazonas

Você pode Gostar de:

Screenshot_20200920-095435

Ponta Negra é interditada e linhas de ônibus não terão frota reforçada aos fins de semana

Estão interditados os 4.800 metros quadrados da praia perene do complexo turístico Ponta Negra, na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *