quarta-feira ,28 outubro 2020
Home / Entretenimento / Boi Caprichoso apresenta novas toadas estratégicas, coreografias e lança camisa oficial 2020 neste sábado
IMG-20200215-WA0058

Boi Caprichoso apresenta novas toadas estratégicas, coreografias e lança camisa oficial 2020 neste sábado

O Boi Caprichoso realiza uma grande festa para o lançamento da camisa oficial “Terra: Nosso Corpo, Nosso Espírito”, dezesseis coreografias e divulgação das seis novas toadas estratégicas, na noite deste sábado (15/02). As novidades serão apresentadas para a nação azulada, em Ensaio Especial da Marujda de Guerra, no curral Zeca Xibelão, com transmissão ao vivo na TV Caprichoso, a partir das 21h.

IMG-20200215-WA0056

O evento é organizado pela Diretoria e Conselho de Artes. As seis novas toadas estratégicas são: Pajé de Guerra (Ronaldo Barbosa Júnior), Pássaro Primal (Ronaldo Barbosa), Waranã (Emerson Maia/Emerson Maia Filho), Caboclas (Ronaldo Barbosa Júnior), Consciência Tribal (Guto Kawakami/Malheiros Júnior) e Comunhão do Espírito (Ligiane Gaspar/Guto Kawakami).
No palco do curral Zeca Xibelão, itens individuais masculinos e femininos, além de convidados, participam do desfile da coleção “Terra: Nosso Corpo, Nosso Espírito”, com os modelos de camisa oficial 2020, produzida pela empresa amazonense FugadeLula. Um mega show marcará o lançamento de dezesseis coreografias das toadas 2020, com o Corpo de Dança Caprichoso (CDC) e Troup Caprichoso.

IMG-20200215-WA0058
O presidente, Jender Lobato, o vice-presidente, Karu Carvalho, e o presidente do Conselho de Artes, Ericky Nakanome, acompanham os preparativos do elenco para o evento. “Convidamos os torcedores e sócios para sentirem esse clima do nosso boi, no curral, rumo ao título do festival 2020. Vamos lançar um produto de muita qualidade, que é a camisa, as novas toadas estratégicas e as melhores coreografias”, ressalta Jender.

Fotos: Arleison Cruz

Você pode Gostar de:

mateus-solano-2

Ator Mateus Solano participa de live sobre enfrentamento ao coronavírus na Amazônia

Sem acesso à informação, infraestrutura básica e assistência médica, as comunidades periféricas de centros urbanos, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *